Um sobre Zero #1

Semana de 6 a 12 de março de 2021

Olá, eu sou o António Lopes e esta é a newsletter do Um sobre Zero, um podcast sobre o futuro da ciência e tecnologia.

Para entrar no fim de semana de bom humor

Esta é para a malta que desenvolve sistemas de informação. Tempo para pensar, planear e fazer as coisas da maneira correta é um luxo. Mas é um luxo em que vale a pena investir. Quando vos perguntarem porque demora tanto tempo a analisar, estudar e desenhar uma solução antes de se começar a bater código, mostrem-lhes isto.

Anteriormente... no Um sobre Zero

O episódio 53 do Um sobre Zero abordou a notícia de que o Google está a planear abandonar o tracking individual de utilizadores. Não, o Google não vai abandonar o mercado dos anúncios. Simplesmente, vão deixar de enviar os dados dos utilizadores para os servidores deles para depois calcularem os perfis de utilizador que vendem aos anunciantes.

Neste episódio, o Carlos Morgado ajuda a perceber o impacto desta decisão do Google a vários níveis. O cálculo desses perfis de utilizador que são vendidos aos anunciantes vai continuar a ser feito, mas agora é feito do lado do browser (o Chrome, no caso do Google) e os dados de atividade de navegação do utilizador não saem do seu computador. Para além de isto significar que o Google vai poupar imenso em termos de energia deixa antever que o Google vai cimentar ainda mais a sua posição como o gigante dos anúncios na internet e o Google Chrome vai dominar ainda mais o mercado dos browsers.

As notícias da semana

Uma notícia que me intrigou foi a compra do serviço de streaming de música Tidal por parte do Square, a empresa financeira e tecnológica que tem como CEO, Jack Dorsey, o também CEO do Twitter. Porque é que o Jack Dorsey decidiu avançar com este negócio pela via do Square e não do Twitter?

O ângulo que me parece fazer sentido aqui é a tentativa da criação de uma economia para criadores artísticos, neste caso, de músicos. Mas com apenas 5% do mercado de streaming de música, o Tidal parece-me um player muito pequeno no mercado para o Square se afirmar a este nível (a alternativa era comprar o Spotify, mas aí o Square ia precisar de muito mais do que $300M).

No episódio 52 do Um sobre Zero falámos um pouco sobre esta questão da complicação que é para um criador de conteúdos conseguir garantir a sustentabilidade financeira de um projeto (seja música, vídeos, ou podcasts) através de micro-pagamentos em modelos de subscrição ou de apoio. Pode ser que esta parceria seja o início de um movimento que permita criar esta economia para criadores de conteúdos.

E por falar no Jack Dorsey, já viram que ele está a leiloar o seu primeiro tweet? E ao que parece, a oferta atual está perto dos $2.5M. Mas imagino que vocês estejam a pensar: como raio se vende um bem digital como um tweet? Pois, é tudo por causa da mania dos NFTs, ou Non-Fungible Tokens. Podem ler mais sobre os NFTs mais abaixo. Ou então podem pesquisar na net.

Por falar em pesquisar na net, o Brave, o browser criado por um ex-CEO da Mozilla e conhecido por apostar essencialmente no aspeto da privacidade, anunciou que vai lançar um motor de pesquisa para mobile e desktop. Ora ai está um desafio complicado. Não pela parte tecnológica da coisa (até porque já falei sobre essa temática aqui), mas sim pela dificuldade que é combater com o grande concorrente Google. Boa sorte para o Brave. Eu, por enquanto, continuo a usar o DuckDuckDuckGo, mas quem sabe, até posso experimentar quando o motor de pesquisa do Brave aparecer por aí.

Recomendações de leituras para o fim de semana

No episódio 53, o Carlos explicou em parte porque a decisão do Google em mudar a forma como irá criar os perfis de utilizadores para vender anúncios pode ser má para a Internet, mas este artigo da Electronic Frontier Foundation aborda esta temática em mais detalhe. Recomendo a leitura.

Recomendações de podcasts para o fim de semana

Quando se começou a falar sobre NFTs para bens digitais, ainda pensei em fazer um episódio do Um sobre Zero para tentar esclarecer esta temática para os distintos ouvintes do podcast. Mas depois vi que o podcast Techmeme Ride Home já se chegou à frente. Portanto, se querem saber mais sobre este fenómeno, recomendo vivamente que oiçam este episódio.

Se ainda não conhecem o Cautionary Tales do Tim Harford, não sabem o que estão a perder. O episódio mais recente conta como Florence Nightingale, a famosa enfermeira Inglesa que ajudou a reformar o mundo da saúde pública através do uso da estatística e de análise de dados, fez uso desse "seu poder" para garantir que os horrores que viu durante as guerras do século XIX não se voltariam a repetir. Contudo, apesar das suas boas intenções, nem sempre foi totalmente honesta na forma como apresentou alguma informação. É um episódio perfeito para discutir se "os fins justificam os meios".

Brevemente... no Um sobre Zero

Neste momento, estou a trabalhar num episódio sobre o futuro do podcasting. Apesar de ser uma tecnologia com mais de duas décadas e de estar a viver uma era dourada (em parte causada pela pandemia que permitiu a muita gente (re)descobrir a alegria de ouvir conteúdo áudio quando, onde e como quiser), o que é certo é que se está a testemunhar uma série de movimentos e negócios nesta área que inevitavelmente, põem-me a pensar se o mundo dos podcasts se irá manter como o conhecemos. Brevemente.

Ouvir o Podcast

Nota final

Esta é a primeira edição desta newsletter, portanto, pode dizer-se que ainda está numa fase experimental. Gostaria muito de ouvir o vosso feedback sobre se consideram o formato e o conteúdo adequados. É só responderem a este e-mail. Obrigado.

Bom fim de semana