Um sobre Zero #15

Olá, eu sou o António Lopes e esta é a newsletter do Um sobre Zero, um podcast sobre o futuro da ciência e tecnologia.

Para entrar no fim de semana de bom humor

Anteriormente... no Um sobre Zero

A Carta dos Direitos Digitais é uma nova lei que irá entrar em vigor em julho e que mostra mais uma vez a desconexão que há entre o poder político e a realidade das tecnologias. E isso faz-me lembrar a conversa que tive recentemente com o Carlos Morgado e o Celso Martinho, no episódio 57 do Um sobre Zero. Vale a pena revisitar o episódio.

As notícias da semana

El Salvador oficializa Bitcoin

É estranho ver um estado independente a adoptar Bitcoin como uma moeda oficial no país, tendo em conta a volatilidade desta moeda digital. Imaginem o que é ir ao cabeleireiro em El Salvador, ver o preço do corte de cabelo em Bitcoins quando entram, e enquanto estão na cadeira o Elon Musk decide twittar mais uma das suas "opiniões" sobre cripto-moedas que faz com que o valor de Bitcoin suba ou desça vertiginosamente. Assim que se levantam, o preço do corte de cabelo pode ser muito diferente (para cima ou para baixo).

Estou céptico sobre o sucesso desta iniciativa, mas pronto, será uma experiência interessante de acompanhar para perceber se efetivamente se consegue chegar a um sistema monetário alternativo.

Legado digital após a morte

Este serviço da Apple anunciado no evento WWDC21, que permite a cada pessoa definir uma outra pessoa (ou conjunto de pessoas) que terá acesso à sua conta após a sua morte, é algo que realmente não percebo como é que não se tornou mais comum.

Quer dizer, eu percebo porquê. É um tema mórbido e é algo que não gostamos de pensar, mas a verdade é que precisamos efetivamente de considerar este aspeto porque é algo inevitável (pelo menos enquanto não nos é possível estender a nossa vida com a transferência da consciência humana para máquinas). E como tal, o melhor que podemos fazer é facilitar a vida a quem fica cá, e permitir que tenham acesso aos dados importantes, por exemplo, da gestão da vida digital familiar.

Quando um utilizador causa o caos na Internet

Lembram-se de quando vários serviços na internet foram abaixo a semana passada? Sabe-se agora que o problema que teve origem numa falha na Content Delivery Network (CDN) da Fastly, foi causado pela alteração de configuração de um único cliente. Ao que parece, essa alteração de configuração do cliente (que era válida), apanhou um bug muito específico (nunca antes detetado) que se propagou no sistema ao ponto de causar o problema que levou a CDN toda abaixo.

Já imaginaram um de vós ser responsável por "deitar abaixo" uma boa parte da Internet com uma alteração num formulário web?

Olhó código-fonte fresquinho

Neste caso, o código-fonte a que me refiro é o do conhecido jogo FIFA (em particular a versão 2021). A Electronic Arts (EA), a empresa criadora da conhecida série de jogos de futebol FIFA, foi hackeada e os atacantes conseguiram obter não só o código-fonte do FIFA 2021, como tiveram mesmo acesso ao código-fonte do motor de jogo Frostbite, que é no fundo a base para o desenvolvimento de muitos outros jogos da empresa.

A temática da cibersegurança é sempre relevante, mas a enxurrada recente de ataques e ransomwares que se tem visto, revela que é sem dúvida uma área que precisa de muito trabalho. E fico mesmo espantado que este tipo de coisas não seja mais falada tendo em conta o impacto financeiro e de reputação que tem para estas empresas.

Really, Tim Berners-Lee?

Até o Tim Berners-Lee cedeu à popularidade dos NFTs.

O criador da World Wide Web decidiu vender um certificado digital para a propriedade do código original da WWW que foi, no fundo, o início da navegação na internet como a conhecemos hoje.

Está visto que a moda está a pegar. Será que há por aí gente que queira comprar NFTs de episódios do Um sobre Zero? 😁

Facebook a planear lançar um smartwatch

Um smartwatch do Facebook com cameras e ligações à maior rede social com o pior historial de uso de informação privada de sempre? Não, obrigado.

Recomendações de leituras para o fim de semana

Accidentaly in Code - The Return of the Office

Será que se vai manter a ideia do trabalho remoto? Será que vamos antes adoptar as soluções mais híbridas entre remoto e presencial? Quais são as implicações para as empresas financeiramente? E as implicações para a retenção ou mesmo procura do talento noutras parte do mundo? Este post é uma excelente análise e discussão sobre o que será o resultado desta experiência global de trabalho remoto pós-pandemia.

The Atlantic - The App that Monetized Doing Nothing

O título é obviamente clickbait, mas a verdade é que estamos a falar de uma app que aconselha de facto os seus utilizadores a parar e não fazer nada durante alguns períodos do dia. Falam da app Calm, que se tornou na grande aplicação dedicada à meditação e momentos de pausa e reflexão. O artigo é muito interessante no sentido em que mostra como este conceito se tornou em algo mais mainstream ao ponto de permitir criar uma app com milhões de utilizadores por todo o mundo.

Nota engraçada (para a malta que já anda na net há algum tempo): aprendi que um dos criadores da app foi também o criador da Million Dollar Homepage. Lembram-se?

Recomendações de podcasts para o fim de semana

Reply All - Adam Pisces and the $2 Coke

Agora que o Reply All voltou, pode ser que o podcast consiga ultrapassar o episódio menos feliz que enfrentaram nos últimos meses e possa voltar à glória do que era antes.

De vez em quando eu gosto de revisitar alguns dos episódios mais marcantes. Este é um deles. Recomendo vivamente.

Brevemente... no Um sobre Zero

Na próxima segunda-feira sai o episódio da entrevista com a equipa da Klugit Energy, uma startup Portuguesa que tem como objetivo ajudar a poupar no consumo energético dos termo-acumuladores de água. Não percam.

Nota final

Preciso da vossa ajuda:

Bom fim de semana